Quanto custa para abrir uma empresa: guia completo!

16/6/2021
quanto-custa-para-abrir-uma-empresa

Abrir uma empresa no Brasil tem sido um obstáculo para quem está almejando começar seu próprio negócio, tanto pelas questões burocráticas, quanto pelo alto custo. Mas hoje em dia as ferramentas online vêm facilitando bastante esse processo.

Em média no Brasil pode-se abrir um CNPJ com algo em torno de 1,5 salários mínimos. Claro que os valores e condições variam de cidade para cidade, para saber quanto custa abrir empresa é preciso entender que, mesmo que haja uma média, os valores diferem de acordo com a modalidade, região, regime tributário e até ramo de atividade. Por isso, é fundamental fazer um levantamento específico para o seu negócio.

Todas as dificuldades impostas pelas várias etapas do processo de abertura de empresa representam uma barreira que, muitas vezes, faz com que o objetivo final não seja sequer colocado em prática.

Além disso, o custo também assusta, principalmente considerando que é um investimento inicial, o que traz bastante insegurança ao novo empreendedor, que precisaria começar a obter lucro com seu negócio para ver recompensada a sua aposta.

Mas, atualmente, muito pelo avanço das tecnologias e o suporte oferecido de forma online, o fantasma para abrir uma empresa vem perdendo força e o processo vem sendo cada vez mais facilitado.

Hoje, pode ser mais barato e bem mais simples do que parece dar os primeiros passos e colocar o negócio para funcionar. Em tempos de crise essa otimização de tempo e dinheiro passa a ser essencial para o sucesso do negócio.

Quais são os custos?

O custo médio para a abertura de uma empresa é de aproximadamente 1,5 salários mínimos. O valor para abertura varia de Estado para Estado.

Após abrir a empresa, os custos iniciais são: aluguel, gastos com água e energia, telefone, honorários do contador, impostos e os custos com funcionários.

Isso porque, além dos custos comuns à maioria dos CNPJs, existem diversos outros valores que influenciam no custo final. Veja abaixo os principais.

Apesar de variar de estado para estado e da política de incentivo de cada região, existem quatro custos que acabam sendo obrigatórios a todas as empresas. Na média, o gasto com essas despesas ficam em torno de R$ 400 e são:

  • DARE (Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais)
  • DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais)
  • Junta Comercial
  • Certificado Digital

Aqui vale lembrar que, dependendo do segmento, pode haver também despesas relativas a taxas e autorizações específicas junto à Prefeitura, Vigilância Sanitária, Corpo de Bombeiros, Cartório, entre outros.

Quanto custa para abrir uma empresa?

O valor do Capital Social também precisa entrar na conta quando se busca saber quanto custa abrir empresa. Por isso, o montante destinado para iniciar as atividades e manter seu negócio funcionando até que gere lucro suficiente para seguir sozinho deve ser considerado.

Capital Social é o valor investido que será colocado a disposição da empresa por cada um dos sócios, seja bens financeiros ou bens materiais

Assim, a quantia mínima indicada para definir o Capital Social de uma empresa e, assim, efetuar o registro do Contrato Social e liberação do CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) é o valor empregado para abrir a empresa, entretanto o ideal é o empresário considerar e ter o controle do total a ser investido na empresa.

Outros custos a serem considerados

Investimento inicial

É importante estipular um valor para investir no início da empresa. Isso pode envolver aspectos como compra de equipamentos, aquisição de espaço, mobiliário, obtenção de tecnologia, como softwares e sistemas, materiais para o trabalho do dia a dia, entre outras questões que podem surgir dependendo da natureza do negócio. Claro que esse valor pode variar muito, então é altamente recomendável que se faça um planejamento.

Registro de marca

Depois de dar o nome à empresa e escolher seu nome fantasia, é preciso pensar também no registro de marca, principalmente se tiver um planejamento de marketing.

Antes de dar entrada no pedido de registro, é preciso realizar uma pesquisa para saber se já não existe uma marca com as mesmas características que a sua, que tem um custo de R$ 170,00 por consulta. Concedido o registro da marca, o empreendedor precisa pagar o primeiro decênio, ou seja, uma taxa para garantir a exclusividade da marca pelo período de 10 anos. Esse custo pode variar entre R$ 298,00 e R$ 1.610,00. Outras taxas envolvidas no processo de registro da marca podem ser consultadas diretamente no site do INPI.

Salários e Pró labore

Esses são dois bons exemplos de despesas mensais que precisam estar claros e definidos na sua contabilidade mensal.

O pró labore corresponde ao pagamento salarial do proprietário da empresa e de seus sócios. É bastante comum no início das atividades que esse valor seja um pouco mais tímido. Mesmo assim, ele precisa fazer parte das despesas fixas da empresa.

Quando há empregados, é preciso ainda mais de atenção, pois os salários pagos a eles incidem taxas e obrigações trabalhistas que precisam ser recolhidas à risca, a fim de evitar problemas futuros.

Mas se você quer ter uma empresa bem sucedida, é necessário definir um pró labore que entra nos custos fixos do negócio, junto com a folha de pagamento. Faça esse planejamento financeiro antes de iniciar sua atividade para ter certeza de que tem o capital necessário para dar andamento ao seu negócio. Muitas empresas fecham por falta de um bom planejamento financeiro, o que é feito facilmente se você entender quais são os custos fiscais e despesas envolvidos na sua atividade.

Quanto custa abrir uma empresa: por categoria

Além dos custos gerais e comuns a todos citados até agora, outro ponto que influencia quanto você gastará para abrir empresa é o porte e a natureza jurídica do seu negócio, pois cada uma tem sua particularidade e são determinante na escolha do regime tributário; como lucro real, lucro presumido e simples nacional.

1. Quanto custa abrir empresa MEI

O MEI (Microempreendedor Individual), é a única categoria que não tem custos para abertura. No entanto, para se enquadrar nessa modalidade, é preciso atender à regra de faturamento, que é máximo de R$ 81 mil ao ano.

Se formalizar como o MEI é uma excelente alternativa de legalizar as atividades de quem é profissional autônomo, sem sócios e com até 1 empregado.

Para manter a empresa funcionando, o Microempresário Individual deve arcar com as despesas mensais recolhidas em taxa única através da DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional) que corresponde a 5% do salário mínimo mais:

  • R$ 1 de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) para comércio e indústria;
  • E/ou R$ 5 de ISS (Imposto sobre Serviços) para prestadores de serviços.

O MEI exerce dois papéis, o de empresário (Pessoa Jurídica) e o de cidadão (Pessoa Física) e cada um dos papéis envolvem obrigações como a declaração de imposto de renda.

Para o empresário, são necessários os pagamentos mensais do (DAS) e a entrega da Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-SIMEI). Para o cidadão, dependendo dos rendimentos, se recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 no ano anterior (base 2021), deve-se apresentar a Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF).

2. Quanto custa abrir empresa ME

Para abertura de uma microempresa (ME), ou seja, empresas com faturamento anual de até R$ 360 mil, a formalização tem início na Junta Comercial.

Além dos custos desse órgão, os gastos médios, que incluem registro do CNPJ e alvará de funcionamento, são:

  • ME Individual (optante do Simples Nacional e com um sócio/titular): R$ 1.029,63;
  • ME Ltda (optante do Simples Nacional e com dois ou mais sócios): R$ 1.174,63.

3. Quanto custa abrir Empresa de Pequeno Porte

As EPPs (Empresas de Pequeno Porte), são as que faturam até R$ 4,8 milhões. Para abrir uma empresa nessa categoria, é preciso seguir as mesmas diretrizes da ME.

4. Quanto custa abrir empresa EIRELI, EI ou Sociedade

Essas três categorias têm o mesmo processo de abertura e podem optar pelos mesmos regimes tributários. O que difere uma da outra é a titularidade que a compõe.

A EIRELI Empresa Individual de Responsabilidade Limitada é caracterizada por ser formada por um titular e o Capital Social, deve ser 100 vezes o valor do salário mínimo vigente.

O EI Empresário Individual, é constituído por uma pessoa física que se posiciona como proprietária da empresa.

Já a Sociedade, que pode ser Simples, Limitada, Limitada Unipessoal ou Anônima, é formada por um ou mais sócios que dividem suas participações de acordo com o investimento inicial.

Para saber quanto custa abrir empresa dentro dessas categorias, também é preciso começar pela Junta Comercial. Em São Paulo, por exemplo, as taxas desse órgão são a partir de R$ 54. A soma de todas as despesas nesse estado pode variar de R$ 675 a R$ 751.

Quer receber conteúdos específicos de contabilidade?
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
Site produzido por Digitalize Now.