Modelo de carta demissão

29/6/2021
modelo-de-carta-demissao

Você precisa pedir demissão e ainda não sabe como começar este processo? Confira aqui as nossas dicas e modelos de Carta de Demissão completa, contendo as regras e mostrando a importância desta ferramenta que possui muitos tipos e finalidades.

Nunca se esqueça que a Carta de Demissão é um documento e tem validade para a Justiça do Trabalho, por isso é extremamente importante no processo de demissão.

O que é uma Carta de Demissão?

A Carta de Demissão é um documento utilizado para informar formalmente ao empregador que você está saindo da empresa. Mas, não pense que basta escrever um aviso e dar tchau para toda a equipe. É necessário seguir algumas regras para manter a formalidade de empregador e empregado.

Na maioria das vezes, o patrão já sabe do pedido de demissão, mas ainda assim é preciso elaborar uma carta para dar continuidade no processo. Para a empresa é ainda mais importante ter esse documento em mãos para a comprovação eficaz de que foi decisão do empregado, uma vez que as verbas rescisórias são diferentes quando o próprio empregado pede demissão do que quando a empresa o demite.

Sendo assim, a carta de demissão é obrigatória para quem deseja a demissão do cargo, formalizando a saída do empregado e evitando possíveis conflitos no futuro. É importante saber também que, no pedido de demissão, o cumprimento do aviso prévio de 30 dias é obrigatório, salvo se for solicitado a dispensa e o empregador, por mera liberalidade, concordar

Como elaborar uma Carta de Demissão?

Não é difícil fazer uma carta de demissão. Você só precisa ter em mente o que deseja escrever nela. Pode ser uma carta mais simples ou mais elaborada, depende do que você viveu no período que esteve nesta empresa.

A primeira coisa que deve saber é que a carta de demissão precisa ser escrita de próprio punho. Dessa forma, o empregador pode comprovar em juízo que realmente foi você quem pediu a demissão.

Outro ponto importante é a objetividade deste documento que ficará arquivado em seu nome na empresa. Por este motivo, seja objetivo e direto quando escrever sua carta. Evite inserir o que foi bom ou ruim durante o tempo que esteve trabalhando neste lugar.

É indispensável que a sua carta de demissão tenha os seguintes itens:

  • Nome da empresa;
  • Nome do responsável (geralmente é o RH da empresa);
  • Solicitação da demissão do cargo;
  • Informação sobre o cumprimento do Aviso Prévio;
  • Local e Data;
  • Nome completo e assinatura.

Seguindo estes tópicos, você vai conseguir fazer uma carta de demissão completa.

3 modelos de Carta de Demissão

Para facilitar a produção da sua carta, deixaremos aqui 3 modelos que podem ser usados quando você estiver na posição de pedir demissão do cargo que ocupa nesta empresa. Confira abaixo cada um deles:

1. Carta de Demissão Simples com Aviso Prévio

“À ______ (nome da empresa)

Prezado (s) Senhor (es), (nome do responsável no departamento pessoal)

Por motivos pessoais (ou profissionais), venho comunicar formalmente meu pedido de demissão, por meio desta carta. Consequentemente, o desligamento da empresa.

Afirmo que cumprirei o aviso prévio no período entre __/__/____ (data de início) e __/__/___ (data final do cumprimento dos dias de aviso prévio).

_________, ___, de ______ de ________. (Local e data).

Sua assinatura

Seu nome por extenso. ”

2. Carta de Demissão sem Aviso Prévio

“À ______ (nome da empresa)

Prezado (s) Senhor (es), (nome do responsável no departamento pessoal)

Por motivos pessoais (ou profissionais), venho comunicar formalmente meu pedido de demissão, por meio desta carta. Consequentemente, o desligamento da empresa.

Solicito a dispensa do cumprimento de 30 dias de aviso prévio.

_________, ___, de ______ de ________. (Local e data).

Sua assinatura

Seu nome por extenso. ”

3. Carta de Demissão detalhada

“À ______ (nome da empresa)

Prezado (s) Senhor (es), (nome do responsável no departamento pessoal)

Por motivos pessoais (ou profissionais), venho comunicar formalmente meu pedido de demissão, por meio desta carta. Consequentemente, o desligamento da empresa no cargo (descrição do cargo que ocupa) que ocupo desde __/__/____ (data da sua admissão).

Afirmo que cumprirei o aviso prévio (ou “solicito a dispensa do cumprimento de 30 dias de aviso prévio) no período de __/__/__ a __/__/__.

Agradeço por (coloque as coisas que você agradece) ter a oportunidade de atuar na empresa, com confiança e consideração que me foi dada durante o período que trabalhei aqui.

Reconheço todo o crescimento pessoal e profissional que tive ao conviver com vocês, excelentes profissionais que me ajudaram neste processo. Fazer parte da empresa e da equipe, sem dúvidas, me trouxe muito amadurecimento.

Esclareço, novamente, que os motivos que me fizeram tomar esta decisão e o pedido de desligamento são estritamente pessoais (ou profissionais).

_________, ___, de ______ de ________. (Local e data).

Sua assinatura

Seu nome por extenso. ”

Depois que terminar de escrever a sua carta de demissão, basta apresentá-la no departamento pessoal para que seja efetivada e você consiga receber o que é seu por direito.

Como pedir demissão?

Agora que a sua carta de demissão já está pronta, você precisa, de fato, pedir demissão ao seu empregador. Mas, como fazer isso? Será que é muito difícil?

A resposta para esta pergunta é não. Não é muito difícil. Se você já tem os seus novos planos e objetivos, não se preocupe e apresente tudo isso ao seu chefe. Seja verdadeiro e conte que está com novos horizontes para desbravar e continuar na sua evolução profissional.

Seja gentil ao informar que está pedindo demissão e mantenha a sua educação para que possa sair sem conflitos, pela porta da frente, assim como entrou!

Demissão por acordo comum

Também existe, desde a Reforma Trabalhista, uma opção chamada demissão por acordo comum. Essa nova legislação permite que haja o acordo dos dois lados, ou seja, tanto para o empregado quanto para o empregador.

Se o empregado deseja sair da empresa e receber o Fundo de Garantia, pode existir uma demissão por comum acordo. Nesse caso, a empresa diminui o custo da demissão comum, uma vez que a multa é somada ao FGTS, reduzindo de 40 para 20%, assim como as verbas indenizatórias também podem diminuir, em 50%.

Você já sabe os modelos de carta de demissão e também conhece seus direitos, basta colocar em prática, se assim desejar!

Quer receber conteúdos específicos de contabilidade?
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.