Como colocar bens em nome da empresa?

15/12/2021
colocar-bens-em-nome-da-empresa

Muitos empreendedores têm a dúvida de quando devem colocar seus bens em nome da empresa. De acordo com especialistas, essa é uma atitude que depende do momento e da situação de cada negócio.

Para os empreendedores que ainda estão na fase de formação do negócio, é recomendável que os bens permaneçam em nome do dono, para facilitar o processo de captação de recursos e diminuir os riscos.

Já para as empresas que estão em operação, a transferência de bens para a empresa deve ser feita gradualmente, de acordo com o plano de negócios e a capacidade financeira da empresa.

É importante lembrar que a titularidade dos bens é um fator importante para a proteção do patrimônio e da segurança jurídica da empresa. Portanto, é fundamental consultar um advogado especializado para orientar sobre o assunto.

Quais os principais bens que podem ser colocados no nome da empresa?

Os principais bens que podem ser colocados no nome da empresa são: imóveis, veículos, equipamentos e estoques.

Além disso, a empresa pode ter direito a receber os valores devidos pelos seus funcionários ou por terceiros que lhe devam alguma coisa.

Quem faz isso é o empresário, mas podem ser colocados no nome da empresa e pelo seu valor total, como forma de garantia. Por exemplo, o sócio coloca os seus bens no nome da empresa para dar uma garantia de que vai honrar os compromissos assumidos.

Os impostos devem ser pagos pelo patrimônio do dono até o limite permitido na lei.

O que o empreendedor não pode colocar no nome da empresa?

A Lei das S/A (Lei 6.404/76) proíbe, expressamente, que os bens imóveis e os direitos reais sobre eles sejam colocados no nome da empresa.

Essa é uma garantia que o sócio dá ao Estado e à comunidade, de que sua situação patrimonial não estará dissociada da realidade econômica da empresa.

Como colocar bens em nome da empresa?

A transferência de bens para a empresa deve ser feita gradualmente, de acordo com o plano de negócios e a capacidade financeira da empresa.

Esse processo deve ser realizado em conjunto com um advogado, que estabelecerá a melhor estratégia jurídica para o empreendedor.

Para saber sobre os bens que podem e não podem ser colocados na empresa e sobre a forma como isso pode ser feito, converse com um especialista.

Quais os benefícios de colocar bens em nome da empresa?

Uma das principais vantagens de colocar os bens do empreendedor na empresa é a proteção dos ativos. A pessoa física não responde pelas obrigações da empresa, mas somente com o patrimônio que tiver colocado na empresa.

Outra vantagem é justamente no momento de captação de recursos, porque os bens não estarão relacionados com o sócio da pessoa física, facilitando a obtenção de crédito.

Quais os principais riscos envolvidos?

O principal risco é a dissociação da pessoa física e jurídica, ou seja, deixar de reconhecer que tudo passou para um negócio jurídico. Por isso, é importante ficar atento aos indicadores de risco e buscar sempre o auxílio de um advogado.

Além disso, é preciso avaliar a capacidade financeira da empresa para arcar com os compromissos assumidos.  Também é importante avaliar a capacidade financeira do empreendedor para arcar com as obrigações assumidas e seu plano de negócios.

Há vantagens e desvantagens em colocar bens no nome da empresa?

A transferência de bens para a empresa oferece mais segurança jurídica, porque o patrimônio estará apenas dentro do negócio. Além disso, isso facilita o processo de captação de recursos, uma vez que o empreendedor não estará mais interessado diretamente no negócio.

A principal desvantagem é que isso pode levar ao descontrole financeiro da empresa, pois essa condição não permite que o empreendedor responda pelas dívidas. Por isso, é importante ter um bom planejamento e avaliar a capacidade financeira da empresa.

Quer receber conteúdos específicos de contabilidade?
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
Site produzido por Digitalize Now.